Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility

Notícias

Peteca praiana é segunda melhor do país

29/01/2021 10:17 - Atualizado em 29/01/2021 10:17

Clube sediou Brasileiro da modalidade e conquistou 2º lugar na competição

Mais uma vez, o Praia sediou com mestria um evento do calendário nacional de competições esportivas. Entre os dias 12 e 14 de novembro o Ginásio Adalberto Testa (G1) recebeu esportistas do país todo para o 28º Campeonato Brasileiro de Peteca. A equipe praiana jogou com garra e, pela sexta vez na história, finalizou em 2ª melhor do país.

Este ano a competição nacional contou com a participação de cerca de 200 atletas, sendo 41 petequeiros praianos. Estiveram presentes no Clube jogadores de oito Federações. Nos três dias de competição, o Praia recebeu um público estimado em 1.000 pessoas, entre atletas, dirigentes, convidados e espectadores.

A abertura aconteceu no sábado (12). Foi realizada uma cerimônia com mesa de autoridades e apresentação das equipes participantes. Já as premiações e cerimônia de encerramento aconteceram na segunda-feira (14). A grande vencedora do ano foi a Federação de Minas Gerais, somando 239 pontos. O Praia conquistou o vice-campeonato pela sexta vez na história, somando 154 pontos. Já o terceiro colocado ficou com a Federação de São Paulo, com 128 pontos.

Para o presidente da Confederação Brasileira de Peteca (CBP), Márcio Alves Pedrosa, o Praia novamente mostrou a excelência na organização. “Estamos na 28ª edição do campeonato brasileiro e o Praia é sempre um dos clubes importantes para a peteca nacional. Temos em mente que é importante fazer um grande evento aqui para manter essa equipe forte e competitiva. Então, estivemos aqui com oito federações, inúmeros atletas de várias categorias e muito felizes com mais essa edição!”, comentou.

Vale destacar que esta foi a nona vez que o Praia sediou a competição nacional, sendo o único clube a conquistar o título geral (duas vezes, em 2010 e 2013). Os demais foram conquistados por Federações. Além disso, os praianos ficaram com o vice-campeonato em outras cinco oportunidades.

A coordenadora da modalidade no Clube, Adriana Pinheiro, acompanhou de perto a competição. Segundo ela, a sensação é de dever cumprido. “Em primeiro lugar, posso afirmar que concluímos o que foi proposto. Estamos muito felizes com o resultado. Tivemos surpresas com a nossa equipe, pois alguns atletas apresentaram uma evolução significante, também tivemos algumas reações fantásticas, enfim, tudo saiu muito além da nossa expectativa. Já sabíamos que as federações de Minas Gerais e São Paulo vinham com equipes muito fortes, mas não temos o que reclamar. Foi trabalhoso, tivemos um público muito grande, movimentamos e agitamos o Clube, foi fantástico!”, afirmou.

Na avaliação do competidor e professor de peteca do Praia, Leonardo de Assis, esta edição foi importante para atestar a força de jogo dos praianos. “Esse foi um campeonato de alto nível, com equipes bem fortes e equilibradas. O Praia estava bem preparado, lutamos para ser campeão em todas as faixas etárias e subimos ao pódio em todas! Por isso, só tenho a agradecer à nossa equipe e o empenho e dedicação dos atletas”, disse. Ainda segundo o profissional, as vitórias refletem o trabalho desenvolvido no Clube. “Trabalhar a base da peteca é muito importante. Desde as escolinhas, vamos desenvolvendo e mostrando como são as competições, incentivando o esporte, assim como o respeito e amizade. Estou muito feliz com nossa base, que está mostrando o futuro da peteca!”, concluiu.

Classificação Geral

1º lugar: Minas Gerais – 239 pontos
2º lugar: Praia Clube – 154 pontos
3º lugar: São Paulo – 128 pontos

Destaque do Campeonato

Melhor Árbitro: Marcinho (Uberlândia)
Uniforme Mais Bonito: Praia Clube
Revelação Masculino: Igor Gomes Maestri (Praia Clube)
Revelação Feminino: Ana Júlia (SP) e Maria Luíza Rodrigues (Praia Clube)
Destaque Feminino: Regina (Minas Gerais)
Destaque Masculino: Fernando Spini (Praia Clube)

Confira os resultados completos no link: http://www.cbpeteca.org.br/resultado-campeonato-brasileiro-de-peteca-ano-2016/